Gerenciador de Artigos Artigos

Se parece certo, como pode ser errado?

0 Comentários
537
26 Mar 2015

Pastoreio Virtual

Olá ovelhas virtuais e reais.

Lá vai...

Se Parece Certo, Como Pode Ser Errado?

 

Tenho grande consideração pela sabedoria apresentada no livro de Provérbios. Uma das maravilhas de Provérbios é que não importam quais sejam nossas crenças religiosas – ou mesmo se não temos nenhuma! Os eternos princípios expressos nesse compacto livro de 31 capítulos se aplicam a qualquer cultura, etnia ou sistema de crença e, isso, por milhares de anos.  "verdades eternas não têm prazo de validade".

 

Seja qual for o assunto – ética, integridade, administração financeira, ira, desespero, orientação, relacionamentos, tomada de decisão, comunicações, planejamento ou motivação, Provérbios oferece um suprimento abundante de sabedoria que vale a pena considerar. Recentemente, por exemplo, li um versículo desse antigo livro que me desafiou: “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte” (Provérbios 14.12).

 

Imagine-se dirigindo tarde da noite numa cidade desconhecida. Está escuro e como os sinais de trânsito estão numa linguagem não familiar, são de pouco auxílio para informar a direção a seguir. Cansado e confuso, você tenta se situar. Finalmente decide: “Esta direção me parece correta”, e vira à esquerda, esperando que aquela rua o leve finalmente ao hotel. De repente, você vê um carro vindo em sua direção em alta velocidade. Tarde demais você descobre que está indo na direção errada, em rua de mão única. 

 

É isto que esse verso de Provérbios ensina. Só porque achamos que o que estamos fazendo é certo, não significa que seja realmente a coisa certa a fazer. É claro que confundir entre o certo e o errado nem sempre resulta em morte física. Entretanto, pode haver sérias conseqüências para o nosso trabalho, relacionamentos ou atividades de que gostamos. “Se parece certo, faça” - não é o melhor raciocínio para se tomar decisões importantes. Assim, o alerta de Provérbios 14.12 merece séria consideração.

 

Em minha nossa experiência, parece que a espiritualidade é uma das áreas mais comuns onde o que aparenta ser certo, freqüentemente é confundido com o que é verdadeiramente certo.

 

O primeiro engano ocorre quando negligenciamos ou ignoramos inteiramente a faceta espiritual de nossas vidas. Somos seres físicos, intelectuais e emocionais. Deixar de lado a dimensão espiritual é um desserviço para nós próprios. A espiritualidade serve de base para nossa visão de mundo, nosso sistema de valores ou prioridades e para nosso comportamento no dia a dia. 

 

O segundo engano é abordar a espiritualidade de forma passiva. É como a pessoa que deseja estar fisicamente em forma, mas se recusa a praticar qualquer tipo de exercício. Espiritualidade saudável, como bem-estar físico, não acontece por osmose. Requer atenção consciente e cuidadosa. Vejamos

uma amostragem dos princípios de Provérbios sobre espiritualidade: 

 

. Para entender a criação é preciso conhecer o Criador. Se queremos saber como alguma coisa funciona – um automóvel, um relógio digital, um computador ou qualquer outro dispositivo – seremos sábios se consultarmos o manual de instruções. O mesmo é verdadeiro em relação a todos os dias da existência humana. Como fomos projetados para operar no melhor de nossas capacidades? “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é entendimento" (Provérbios 9.10). 

 

. Para evitar as ciladas da vida, siga um mapa confiável.  A vida diária é cheia de perigos que ameaçam frustrar nossos melhores planos e aspirações. Para evitar esses “riscos do caminho” é melhor depender do "mapa viário espiritual" que pode nos dirigir e fazer-nos contorná-los. “O temor do Senhor é fonte de vida, e afasta das armadilhas da morte”  (Provérbios 14.27).

 

Amanhã estamos de volta com mais um Pão nosso, Deus abençoe.

 

 

0.0
Última modificação: -/-
#certo #errado #pãonosso

Nenhum comentário ainda...

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.